5 dicas para aplicar a Devolutiva de Análise Comportamental de forma assertiva

5 dicas para aplicar a Devolutiva de Análise Comportamental de forma assertiva

Aplicar a devolutiva de análise comportamental pode parecer algo simples, porém não é! Não basta apenas marcar um horário com a pessoa avaliada e ler superficialmente os resultados obtidos: se você realmente quer dar uma boa devolutiva e ser um analista de sucesso, mesmo atuando por pouco tempo, precisará ir além e ser muito mais assertivo.

Como fazer isso?

Conferindo as 5 dicas que apresentamos a seguir, no próximo tópico.

Dicas para aplicar a devolutiva de análise comportamental

Veja, agora, como você deve agir para que a devolutiva que aplicar de fato seja assertiva e realmente ajude quem está do outro lado:

PEÇA PARA A PESSOA ANALISADA LER SEU PRÓPRIO RELATÓRIO ANTES

Assim que o teste for finalizado, você poderá gerar o relatório com os resultados e enviar uma cópia para a pessoa analisada. Depois, basta agendar um dia e horário para fazerem a devolutiva.

É importante, porém, que a pessoa em questão reserve um tempo, antes, para ler o relatório com calma e anotar todas as dúvidas que tiver, para se familiarizar e até mesmo te ajudar a saber em quais pontos mais precisará focar durante a conversa.

USE A DEVOLUTIVA DE ANÁLISE COMPORTAMENTAL COMO FATOR DE MOTIVAÇÃO

Qualquer pessoa deseja receber uma devolutiva de modo a sair dela se sentindo melhor do que quando entrou.

Portanto, tome cuidado e não coloque a pessoa analisada “para baixo”. Valorize seus aspectos positivos, principalmente os ligados ao motivo da devolutiva, e crie motivação, incentivando o processo de autoconhecimento e desejo de crescimento.

LEMBRE-SE QUE EXISTE UMA PESSOA DO OUTRO LADO

Até aqui já falamos algumas vezes sobre “ter uma pessoa do outro lado”, e temos certeza de que isso é óbvio. O problema, porém, é quando o/a responsável pela devolutiva não leva em consideração que essa pessoa, como qualquer outra, possui sentimento e quer se conhecer melhor.

Se prepare para encarar esse momento com essa informação em mente. Como dissemos acima, você deve ser a ponte para o autoconhecimento, deve auxiliar no processo de crescimento do analisado. E isso só é possível quando há a compreensão de que seus sentimentos são importantes e devem ser considerados.

FALE SOBRE OS PERFIS E A FERRAMENTA UTILIZADA

Outro ponto importante a lembrar é que a pessoa que passa por uma análise comportamental não necessariamente conhece a existência dos 4 perfis DISC e a importância da ferramenta utilizada, como o Profiler DISC.

Ao iniciar a devolutiva, portanto, fale um pouco sobre esses assuntos: isso dará muito mais seriedade e profissionalismo ao processo, e já colocará por terra algumas dúvidas que a pessoa em questão possa vir a ter.

SAIBA OUVIR

Todas as dicas mencionadas acima são importantes, mas essa também não deixa de ser.

Saber ouvir é a chave para aplicar a devolutiva de análise comportamental de forma assertiva, pois é essa atitude que te permitirá trabalhar as 4 dicas que demos até aqui.

É preciso que você se abra para ouvir as dúvidas, os medos, as experiências que a pessoa tem para compartilhar… Tudo de forma profissional, passando segurança e a certeza de que tudo que estiver sendo compartilhado ficará apenas entre vocês.

Concluindo…

Como foi possível notar, aplicar uma devolutiva realmente vai muito além de simplesmente ler gráficos, afinal existe o fator humano que deve ser considerado em primeiro lugar.

Para muitos analistas comportamentais essa pode ser uma dificuldade e, se esse é o seu caso, estamos aqui para te ajudar!

Entre em contato com nossos especialistas, nossa equipe está à disposição para uma conversa.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *