Home Office com Mindset de Trabalho

Home Office com Mindset de Trabalho

O trabalho remoto surgiu como necessidade praticamente de uma hora para outra, pegando milhares de empresas de surpresa e, ainda hoje, meses após essa mudança, ainda existe quem não consiga lidar com o home office com mindset de trabalho.

Mas, será que isso de fato é algo que deva ser do seu conhecimento?

A resposta é: SIM!

Confira os tópicos a seguir para entender melhor e descobrir o seu papel como gestor, líder ou profissional de RH dentro desse assunto.

O problema que surgiu com a necessidade do home office

Com as empresas tendo que adotar o home office, muitas pessoas precisaram migrar para esse modelo sem nunca antes terem lidado com ele, e isso naturalmente causa impacto.

Impacto esse que, estando ligado diretamente à produtividade, se revelou como um verdadeiro problema para os gestores.

Outro impacto nítido…

Nessa nova realidade o que poderia ser extremamente simples (trabalhar de casa, com mais qualidade de vida), se tornou complicado para as pessoas também por conta da presença da família e diversas interferências, sendo preciso, mais do que nunca, ter muito foco.

Quem não mora sozinho, por exemplo, se viu com a tarefa de ter que explicar aos outros moradores da casa a necessidade do silêncio dentro de determinados horários, fazendo com que eles de alguma forma também passassem a fazer parte de uma rotina que, até então, não precisavam seguir.

A solução…

Com tantas questões a serem trabalhadas, a solução mais assertiva para o colaborador é trabalhar o home office justamente com o mindset de trabalho, entendendo que ainda é preciso entregar resultados dia a dia e manter uma rotina como se de fato estivesse na empresa.

Mas isso nem sempre é fácil…

O seu papel nesse processo, e o que fazer para que o colaborador enxergue o home office com mindset de trabalho

Cabe à empresa ou, em outras palavras, a você, ajudar os colaboradores nesse sentido, entendendo que existem muitos fatores que podem influenciar nesse mindset.

É a empresa que deve criar os estímulos necessários para que a nova forma de trabalho seja possível e que a execução das tarefas continue normalmente.

O fornecimento de equipamentos para quem não os tem casa é apenas um exemplo da atitude que deve ser tomada por líderes e gestores. Mas, mais importante que isso, é também entender as particularidades de cada colaborador, de modo a conhecê-lo melhor e ajudá-lo ainda mais a se manter focado e motivado.

Uma solução infalível nesse sentido é descobrir o perfil comportamental ao qual ele pertence, e como ele pode ser estimulado a partir dessa descoberta.

Por exemplo: o Perfil Comportamental Comunicador tem, como o nome sugere, mais facilidade e até mesmo a necessidade de se comunicar com outras pessoas para conseguir se sentir produtivo. No home office, porém, um colaborador desse perfil pode se sentir desmotivado, por estar longe da equipe.

Uma atitude que você pode tomar a respeito é fornecer canais de comunicação para serem utilizados a qualquer hora, e estipular horários para reuniões ou conversas para trocas de dúvidas, feedbacks, insights, reclamações e o que mais vier à mente. Dessa forma, o colaborador em questão não sentirá tanto o impacto de estar em casa, e terá mais chances de manter o mindset de trabalho.

Como fazer isso…

Para descobrir de forma assertiva a qual perfil comportamental cada colaborador pertence, utilize a ferramenta que é referência no mercado: o Profiler DISC.

Com esse software, em menos de 7 minutos você terá mais de 50 informações comportamentais sobre a pessoa analisada, e poderá entendê-la de forma muito mais profunda, descobrindo como mantê-la motivada e produtiva.

Não espere mais nem um minuto:

Nossa equipe está à disposição para tirar todas as suas dúvidas e te apresentar tudo sobre o Profiler.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *