Como ser mais Assertivo no Processo de Recrutamento e Seleção considerando Perfil Comportamental do candidato.

Como ser mais Assertivo no Processo de Recrutamento e Seleção considerando Perfil Comportamental do candidato.

Os processos de recrutamento e seleção fazem parte da rotina de qualquer empresa, independentemente de seu tamanho, porém precisam ser assertivos em todos os aspectos para evitar perda de tempo e, consequentemente, de dinheiro.

Uma das maneiras mais eficazes de alcançar essa assertividade é considerando o perfil comportamental dos candidatos, estratégia que infelizmente não é considerada por todos os recrutadores.

Se sua empresa também realiza processos seletivos constantemente, você já deve ter percebido o quanto eles podem ser desgastantes desde o início, muitas vezes resultando em contratações que não condizem com o perfil da área desejada.

Descubra nesse post como evitar esse problema.

A importância do perfil comportamental no processo seletivo.

A análise do perfil comportamental de fato é primordial para que os processos seletivos gerem os resultados esperados, porém a partir do momento em que se identifica a necessidade de preencher uma vaga já é possível adotar estratégias que visam igualmente o sucesso final sem deixar de lado esse importante fator. Quanto mais completa, transparente e direta estiver a descrição da vaga, por exemplo, mais fácil será atrair somente candidatos que tenham a ver com ela.

Além disso, pedir para que enviem junto ao currículo o link de seus respectivos perfis no LinkedIn ou mesmo em outras redes sociais para serem analisados também é uma ótima forma de filtrar todos que mostraram interesse.

Chegada a hora da entrevista em si, é hora de colocar em prática efetivamente os métodos que visam traçar com fidelidade o perfil comportamental de cada candidato, o que certamente demandará mais tempo quando feita uma comparação com métodos mais simples de seleção, mas sem dúvida apresentará resultados mais compensadores.

Considerando que cada pessoa possui um perfil distinto e único, que a leva a se comportar de determinadas maneiras, pode-se entender a importância de detectar o perfil comportamental durante o processo seletivo, mas como fazer isso da forma correta?

Identificando o perfil comportamental do seu candidato.

A melhor forma de obter assertividade nos processos de recrutamento e seleção considerando o perfil comportamental, além de utilizar dinâmicas para avaliar o comportamento de cada candidato diante de uma situação específica, é adotar ferramentas próprias para esse fim, como o Gescon Profiler, desenvolvido com base na metodologia DISC e com assertividade acima de 97,7%.

Essa metodologia considera unicamente 4 características de um indivíduo, sendo elas Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade, porém, trabalhada dentro do Profiler, junto a indicadores e teorias específicas, resulta nos 4 perfis comportamentais conhecimentos atualmente.

São eles: Comunicador, Executor, Planejador, Analista.

Cada um, obviamente, possui suas características, buscando também analisar os fatores do DISC em cada candidato, com base em atividades e perguntas planejados previamente pelo recrutador.

Logo, ao utilizar o mapeamento de perfil comportamental será possível obter assertividade no processo seletivo, o que contribui não só para que a vaga seja preenchida corretamente e o mais rápido possível, colocando a pessoa certa na vaga certa, de acordo com a vaga e com o perfil do candidato.

O turnover e a baixa produtividade são fatores que tendem a deixar de existir quando se utiliza a ferramenta de mapeamento de perfil comportamental como estratégia na hora da contratação e também nos treinamentos, portanto quanto antes este elemento chave começar a ser utilizado em sua empresa, melhor e muito mais eficaz será o seu processo seletivo.

Converse com a nossa equipe para saber mais detalhes.

4 Comments
Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *